Feelings and experiences of obese participants, in a support group: an exploratory study
HTML
HTML (Español (España))
HTML (Português (Brasil))
PDF
PDF (Español (España))
PDF (Português (Brasil))

Keywords

Support Group
Nursing
Nursing Care
Health Education
Health Sciences. Grupos de Autoayuda
Obesidad
Imagem Corporal
Autocuidado. Grupo de Apoio
Enfermagem
Cuidado de Enfermagem
Educação em Saúde
Ciências da Saúde.

Abstract

Objectives: To know the meanings of "living with obesity" to members of a group of self-help for obese individuals. Method: An exploratory study with a qualitative approach, conducted with 14 participants in a self-help group for overweight people in the city of Maringá-PR. Data were collected between September and December 2010, through observation and recording of meetings and semi-structured interview. Data analysis occurred in accordance with the content analysis. The study followed the guidelines of Resolution 196/96. Results: The data showed feelings of prejudice, self-prejudice, despondency and social inadequacy, producing insecurity and social escape. Participants attending the group revealed they were in search of support, understanding and affinity, highlighting changes in their lives regarding this participation. Implications for nursing: Working with groups reduces costs and time in care, in addition to providing greater interaction between professional / client, reducing the vertical relationship between them and facilitating health care.

Received: 05/14/2011

Approved: 10/27/2011

https://doi.org/10.5935/1676-4285.20120002
HTML
HTML (Español (España))
HTML (Português (Brasil))
PDF
PDF (Español (España))
PDF (Português (Brasil))

References

Vasques F, Martins FC, Azevedo AP. Aspectos psiquiátricos do tratamento da Obesidade. Rev Psiq Clin. 2004; 31(4):195-8.

Almeida GAN, Santos JE, Paisan SR, Loureiro SR. Percepção de tamanho e forma corporal de mulheres: estudo exploratório. Psicologia em Estudo. 2005;10(1):27-35.

Word Health Organization. Obesity: preventing and managing the global epidemic. Report of a WHO consultation on group obesity. Geneva; 1998.

Almeida CME, Oliveira MRM, Vieira CM. A relação entre a imagem corporal e obesidade em usuárias de unidades de saúde da família. Rev Simbio-Logias. 2008;1(1):111-21.

Luiz AMAG, Gorayeb R, Liberatores Junior RDR, Domingos NAM. Depressão, ansiedade e competência social em crianças obesas. Estud Psicol [online]. 2005 [citado em 2010 fev 20];10(1):35-39. Disponível em: HTTP://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-294X2005000100005&lng=en&nrm=iso

Souza AC, Calomé ICS, Costa LED, Oliveira DLLC. A educação em saúde com grupos na comunidade: uma perspectiva facilitadora da promoção da saúde. Rev Gaúcha Enferm. 2005; 26(2):147-53.

Zimerman DE. Fundamentos Básicos das Grupoterapias. Porto Alegre, Artmed Editora. 2000

Cataneo C, Carvalho AMP, Galindo EMC. Obesidade e Aspectos Psicológicos: Maturidade emocional, auto-conceito, locus de controle e ansiedade. Psicol Reflex Crític. 2005; 18(1):39-46.

Farias ES. Programa multidisciplinar: caminhos para promoção de saúde em pacientes obesos [Dissertação] Mestrado profissional em ensino de ciências da saúde e ambiente. Centro Universitário Plínio Leite. 112p. 2007.

Silva MP, Jorge Z, Domingues A, Nobre EL, Champbel P, Castro JJ. Obesidade e qualidade de vida. Acta Med Port. 2006;19(2):247-50.

Xavier ATF, Bittar DB, Ataíde MBC. Crenças no autocuidado em diabetes - implicações para a prática. Texto Contexto Enferm. 2009;18(1):124-30.

Leite SN, Vasconcellos MPC. Adesão à terapêutica medicamentosa: elementos para a discussão de conceitos e pressupostos adotados na literatura. Cien Saude Colet. 2003; 8(3): 32-40.

Rodrigues E, Boog M. Problematização como estratégia de educação nutricional com adolescentes obesos. Cad Saúde Pública. 2006;22(5):923-31.

Pontieri FM, Bachion MM. Crenças de pacientes diabéticos acerca da terapia nutricional e sua influência na adesão ao tratamento. Ciênc Saúde Colet. 2010, 15(1):151-60.

Costa KS, Munari DB. O grupo de controle de peso no processo de educação em saúde. R Enferm UERJ 2004; 12:54-9.

Oliveira VA, Ribas CRP, Santos MAS, Teixeira CRS, Zanetti ML. Obesidade e Grupo: A contribuição de Merleau-Ponty. Vínculo – Revista do NESME 2010; 1(7): 45-54.

Keher GM, Souza VFM, Vágula S, Fiorese LV, Nardo Júnior N, Pereira VR. Prevenção e tratamento da obesidade: indicativos do sul do Brasil. Cienc Cuid Saude 2007;6(Suplem. 2):427-432

Mantovani M. Mendes F. The quality of life of elderly’s chronic disease sufferers: qualitative-quantitative research. Online Brazilian Journal of Nursing [serial on internet]. 2010 june 08; [ Cited 2011 april 10]; 9:(1):[ about p.]. Available from: http://www.objnursing.uff.br/index.php/nursing/article/view/2835